Clube de assinatura de livros pedagógicos

Festa de aniversário

avatar Diálogos Viagens Pedagógicas - 02 de Julho de 2019

Festa de aniversário infantil

No ar, o aroma do leite condensado em fogo brando a pegar fervura, o som do saltitar do milho na panela, a geladeira cheia de refrigerantes e a família reunida a encher balões anunciavam a chegada dos festejos. Esta é uma singela descrição das vésperas das festas de aniversário que aos poucos estão sendo levadas ao passado.

Quanto do prazer de festejar já se iniciava nos preparativos? A alegria quase eufórica somada a ansiedade pela chegada da festa. Reunir-se em torno da construção do evento, com seus enfeites, seus sons e seus sabores. A criança era imersa no ambiente festivo com antecedência, e por consequência passava desde logo a desfrutar das alegrias. O tempo de festejar sem a regra do tempo, sem os limites do espaço e sem pressa de acabar.

Qual de nós não tem na memória afetiva um momento assim? Com as doces lembranças de pessoas queridas entrelaçadas nos afazeres de uma comemoração... Memórias de uma infância feliz.

Nestes tempos de “delivery”, “fast-food” e “buffets”, aqueles doces dias estão por um fio. Estamos todos absortos pelo trabalho, pelos estudos, pela vida, e passamos a terceirizar até as nossas alegrias. 

Quem sabe não devamos nos questionar sobre tais importâncias. Ao menos pensar na hipótese de produzir uma festa tecida por nossas próprias mãos, regada com nossos próprios cuidados e com a participação daqueles que amamos. Enrolar nossos próprios brigadeiros, forrar carinhosamente nossas próprias mesas e convidar pessoas com nossa própria voz. Resgatar em nós o encanto que nos foi servido em nossa infância, para entregar aos nossos filhos e netos. 

Comemorar o aniversário (para crianças e adultos) tem enorme importância. Desde celebrar a vida lhe foi concedida por mais um período de tempo, quanto desejar e esperançar por mais e melhores tempos. Oferecer ou receber um presente promove em seus autores uma sensação de alegria quase que indescritível. É dar ao outro, ou receber, importância. Emoções que compõem a formação do ser humano que nos tornamos.

Quando nos empenhamos na elaboração de uma festa, ou quando nos vestimos com a roupa escolhida e nos perfumamos para cantar em coro a música mais executada de todos os tempos, estamos participando de um ritual de alegria e encontro. Hora de demonstrar afeto, amor, satisfação em estar próximo. Estar presente é uma forma de entregar-se como “presente” ao outro. É dizer “sou feliz por você estar... e estou feliz por você ser...”.

E você, já pensou em formas de comemorar esses momentos tão especiais na escola? Cada escola pode organizar uma maneira diferente de comemoração conforme a concepção filosófica. 

Consideramos duas possibilidades e compartilhamos com vocês:

1- Prepare caixinhas personalizadas  com desenhos feitos pelo aniversariante e coloque um pedaço de bolo, um suco e/ou um sanduíche para compartilhar com os amigos e separe uma toalha xadrez para que possa na hora do lanche fazer um piquenique com os colegas de classe.

2- Prepare um bolo com a criança, coloque o recheio escolhido por ela mas não o confeite. Envie a cobertura e diversos confeitos para que junto com os colegas o bolo possa ser decorado. Será um momento memorável!

Que tal pensar em novas possibilidades e validar o encantamento dos preparativos das festa de aniversário? 

 

Faça parte do nosso clube de livros para professores e receba mensalmente um kit pedagógico:

Clube de assinatura de livros pedagógicos

De professor para professor