PEDAGOGIA WALDORF

Desenvolvido em 1919 pelo austríaco Rudolf Steiner, método de ensino divide a vida em ciclos de sete anos - ou setênios - onde cada um tem uma prioridade

 

A Pedagogia Waldorf baseia-se numa visão ampliada e completa do ser humano e do seu desenvolvimento, em que crianças e jovens são considerados em seus aspectos individuais e nas particularidades da faixa etária a que pertencem. Procura então dar condições para que cada indivíduo descubra seu potencial e se desenvolva, superando os seus desafios e realizando seus talentos. A formação de pessoas livres, sensíveis e criativas é feita com base nos valores da fraternidade e responsabilidade, consciência de grupo, alimentação saudável e a relação respeitosa e produtiva com a natureza. Procura-se desenvolver o "pensar" de forma adequada a cada faixa etária, em sintonia com sentimentos equilibrados e fomentando a força de vontade e a determinação, formando assim pessoas com potencial para transformar a sociedade em que vivem.

Integrada na configuração oficial do ciclo básico da educação em nosso país, uma escola Waldorf encaminha o processo ensino-aprendizagem segundo alguns princípios básicos de inspiração antroposófica:

 

1. A LIBERDADE INDIVIDUAL É A MAIOR RIQUEZA DO HOMEM

A Antroposofia entende que o que distingue o homem dos outros seres da natureza é a sua capacidade de decidir sobre si mesmo e de fazer escolhas conscientes. O propósito de uma Escola Waldorf é, portanto, formar indivíduos em condições de zelar por sua liberdade, prontos a responder por suas decisões, de modo a garantir não apenas o seu bem-estar pessoal, mas sua contribuição ao mundo.

 

2. O ENSINO SÓ PODE SER VIVO E LUMINOSO SE FOR LIVRE

A aprendizagem que privilegia apenas o intelecto dificilmente atinge o ser humano por inteiro. As emoções e sensações que acompanham a experiência de aprender dão sustentação ao que é captado intelectualmente. Na Escola Waldorf, a expressão artística, presente em todas as áreas do conhecimento, favorece e possibilita essa integração, ao expor livremente os anseios humanos. Quando a informação é elaborada no intelecto (pensar), passa pelos órgãos dos sentidos (sentir) e determina uma vontade (agir), ela se transforma em conhecimento. Pensar, sentir e agir é o caminho da aprendizagem.

 3. O SER HUMANO ATUAL É FRUTO DE ACONTECIMENTOS QUE REMONTAM AOS PRIMÓRDIOS DA HUMANIDADE

O homem reproduz em seu desenvolvimento a evolução da civilização humana.
O currículo de uma Escola Waldorf acompanha e respeita esse tempo de crescer. O conteúdo é transmitido de acordo com a fase de desenvolvimento em que o aluno está, de modo que ele possa reconhecer dentro de si as experiências para as quais está pronto a viver. Ao entrar para a escola, a criança muito pequena é estimulada pela curiosidade, alcançando pouco a pouco o domínio da linguagem, da escrita, dos números e das ciências. Espera-se que, ao terminar o ensino médio, o jovem esteja, por fim, apto a se identificar com o homem contemporâneo.

.Fonte: http://www.fewb.org.br/pw.html

ÍCONE CONSTELAÇÃO

"A nossa mais elevada tarefa é de formar seres humanos livres capazes de dar sentido e direção em suas vidas." Rudolf Steiner

 

Fonte: Elda Paz

 

ÍCONE CONSTELAÇÃO

Sugestão de leitura 

e413fab7fcad29857308d86b5f9ae058

O livro que foi embalado no mês de junho apresenta o estudo sobre " Crianças e Pedras" desenvolvido pela Escola Casa Amarela. Contém registros e relatos dos professores durante a prática de pesquisa e como se deu a participação especial de Lydia Hortélio, Luiza Lameirão e Renata Meirelles nos múltiplos momentos de estudo.

 

IMG-2244

ÍCONE CONSTELAÇÃO

Conteúdos para se sentir abraçado

screenshot-institutorudolfsteiner.org.br-2021.06.11-18_29_31

Antroposofia 

 

É uma ciência espiritual moderna e prática, desenvolvida pelo filósofo austríaco Rudolf Steiner (1861-1925), que propõe uma forma livre e responsável de pensar, de perceber a realidade e de atuar, observando e respeitando o ser humano e a realidade na qual está inserido. Esta ciência pode permear o dia-a-dia como atitude, como visão de mundo e como possibilidade ampliada de trabalho em diversas áreas da vida humana: saúde, educação, agricultura, artes, convívio social, entre outras.

 

Acesse o site Instituto Rudolf Steiner

 

screenshot-www.youtube.com-2021.06.11-18_37_49

Waldorf 100: Aprenda a mudar o mundo

 

O interesse nas abordagens de ensino Waldorf é evidente em cerca de metade de todas as nações do mundo (cerca de 100 países), independentemente do idioma, afiliação religiosa ou situação política. Existem jardins de infância e escolas Waldorf e instalações de treinamento de professores em todos os continentes. Pais em todo o mundo estão assumindo um compromisso extraordinário para apoiar o crescimento e se empenhar em um futuro no qual a humanidade seja alcançável e o desenvolvimento saudável e a participação social sejam verdadeiramente possíveis. 

Assista ao vídeo

Pedagogia Waldorf

Pedras que rolam a infância


Inserida na premissa do “brincar livre”, a criança é capaz de estabelecer relações corpóreas (sensoriais) e extracorpóreas (emocionais) com os objetos ofertados. Diante disso, e provocadas pela inquietude de “Luiza Lameirão”, um grupo de professoras da escola “Casa Amarela”, estudiosas da Pedagogia Waldorf, decidiu, além dos estudos ocorridos em reuniões pedagógicas semanais, criar um observatório para escolha do tema de aprofundamento e as pedras foram escolhidas para dar suporte a esta pesquisa em conjunto. 


Continue a leitura

 

Já conhece nosso clube de assinatura de livros especialmente para educadores?

 

quero conhecer