A formação de professores a partir de experiência em uma viagem pedagógica

avatar Bethania Rezende - 13 de Setembro de 2018

Diálogos Viagens Pedagógicas

Por Bethânia Rezende *

Estou aqui para compartilhar uma boa experiência. Nossa caminhada de educadores nos exige constante busca pelo conhecimento. E essa busca precisa ser no plural: é na diversidade de saberes e escuta ao que os colegas nos têm a dizer, que nos encontramos na profissão e percebemos o verdadeiro impacto de nosso trabalho na vida das crianças.
A questão da formação continuada é algo que sempre me inquieta e me faz ir em busca de oportunidades de atualização, para que possa compartilhar com minha equipe. Como orientadora pedagógica do Colégio Franciscano Santo Inácio, abraço o estudo constante e a partilha de conhecimentos em todos os momentos com a equipe.

Minha última experiência vivida através de uma viagem pedagógica ao Peru, com a equipe da “Diálogos”, precisava ser compartilhada, afinal, pude observar e ressignificar muito do que já tinha vivido como educadora até ali.

Por esta razão, promovi um encontro com as professoras da Educação Infantil e 1º ano, para que pudessem também se inspirar comigo nas novas ideias e experiências trazidas. Estas foram algumas das impressões partilhadas por algumas professoras:

“O que mais me chamou a atenção foi a estrutura física e a organização das
salas de aula. A liberdade nos espaços é interessante!”  Josiane Santos –
Infantil II.

“A partir deste encontro de formação penso em investir mais em elementos da
natureza, além disso, para as brincadeiras e aulas de Arte, materiais não
estruturados, que possam dar mais oportunidades de criação.”  Professora
Taciana Souza – Infantil III

“Identifico na minha prática o trabalho com a autonomia das crianças, que é
uma característica forte da abordagem de Reggio Emilia.” Vívian Fernandes –
Infantil IV

Formar professores exige criatividade para trazer o novo, considerando toda a caminhada profissional de cada educador. Exige respeito pelas crenças e opiniões construídas em diversos momentos da profissão. E exige mais do que tudo, uma postura de engajamento para continuar a investir em cada educador, com o intuito da construção coletiva de um grupo cheio de boas ideias, que atingirá muitas crianças e suas famílias.
A responsabilidade é grande. E precisamos ser grandes também!

“Atuar com criança pequena não demanda um adulto pequeno.”

Quando pensamos na criança além do que pensam pais e sistemas educacionais, conseguimos enxergar a formação do professor como algo essencial, pois nossa responsabilidade ao lidarmos com a Infância e seus saberes é muito vasta.

Visitando escolas no Peru, La Casa Amarilla e Colégio Aleph, pude vivenciar uma experiência intelectual transformadora e me emocionar ao observar práticas realizadas que já avançaram muito no respeito e olhar atento à primeira Infância. É uma proposta que também possui suas dificuldades, no entanto o forte está no estudo e investimento nas pessoas que lidam com as crianças.

A formação continuada é o caminho e esse pode ser traçado com mais processos de criação, mais investigação e mais diálogos!

 

Bethânia Nascimento Rezende é Orientadora Pedagógica e Educacional do Colégio Franciscano Santo Inácio em Baependi - MG e professora no curso de Pedagogia da Faculdade Victor Hugo/ Unis em São Lourenço MG. É autora do instagram @dicadapedagoga e curte trocas ideias por ali!

Oferecemos a educadores, ações de formação e atualização, pois acreditamos que a educação é um processo contínuo, e que necessita de aperfeiçoamentos e reflexões frente às transformações sociais e culturais do mundo em que vivemos.

Acesse calendário

De Professor para Professor